Apoio psicossocial

Desastres, conflitos e problemas de saúde têm graves consequências psicossociais. As feridas emocionais podem ser menos visíveis do que a destruição de casas, mas, muitas vezes, leva mais tempo para recuperar o impacto emocional do que para superar perdas materiais.

Num mundo que enfrenta desafios cada vez maiores, a Federação internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV/CV) proporciona assistência humanitária, não só com a ajuda de emergência tradicional, mas também com abrigo, distribuição de alimentos, cuidados básicos de saúde e, ainda, apoio psicossocial. O apoio psicossocial surge, então, como parte integrante das respostas de emergência da FICV/CV; ajuda os indivíduos e a comunidade a “tratar” feridas psicológicas e a reconstruir estruturas sociais depois de uma emergência, ou evento crítico. Pode, ainda, ajudar as pessoas a passar de vítimas passivas, para sobreviventes activos.

Se for precoce e adequado, o apoio psicossocial pode: evitar o desenvolvimento da angústia e sofrimento em algo mais grave; ajudar as pessoas a lidar melhor e reconciliarem-se com a vida quotidiana; ajudar os beneficiários a retomar a sua vida normal; atender às necessidades identificadas na comunidade. O apoio psicossocial pode ser adaptado a circunstâncias específicas para responder às necessidades psicológicas e físicas das pessoas em causa, ajudando-as a aceitar a situação e aprender a lidar com ela.

A Cruz Vermelha Portuguesa na implementação da dimensão do apoio psicossocial, de acordo com as disposições da FICV/CV, pretende promover, organizar e coordenar projectos e programas psicológicos, em contextos psicossociais da vida diária e em situações de excepção. Será dada especial atenção à acção de prevenção de problemas de saúde mental e a promoção de bem-estar psicológico e psicossocial dirigida para a comunidade e colaboradores da Instituição (concretamente, em situações de pós-incidente crítico).

Neste enquadramento, a Cruz Vermelha Portuguesa aderiu à European Network for Psychosocial Support (ENPS), entidade que visa facilitar a troca de experiências entre as Sociedades Nacionais da Cruz e do Crescente Vermelho na Europa, ao mesmo tempo que promove o desenvolvimento da dimensão psicológica nas áreas de intervenção das Sociedades Nacionais, enquanto “tronco comum”, a par das regulares actividades já desenvolvidas.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sede Nacional da Cruz Vermelha recebe 3.º lugar nos Prémios Healthy Workplaces (15 dezembro 2016)

Manual de Apoio Psicossocial para Migrantes gratuito à distância de um clique (25 fevereiro 2016)

manual apoio psicossocial migrantes susana   

O Manual de Apoio Psicossocial para Migrantes foi lançado, em cerimónia restrita, no passado dia 25 de Fevereiro de 2016, na Biblioteca do Palácio do Conde d’Óbidos. A partir desta data, o documento ficou disponível nos sites oficiais das entidades donde são originários os autores que o elaboraram: Cruz Vermelha Portuguesa, Associação Portuguesa de Apoio à Vítima e Direção Geral da Saúde.

A ideia do manual surgiu no momento de implementação do Programa de Acolhimento e Integração dos Refugiados, tendo como objectivo minimizar o impacto do processo de acolhimento para os migrantes, como para os técnicos que com eles estão (vão) trabalhar.

O Manual propõe-se a ser uma ferramenta bidirecional: por um lado funcionar como suporte para os técnicos melhor chegarem aos migrantes; por outro lado, procurar chamar a atenção do próprio técnico sobre si mesmo e o seu autocuidado, ou seja, alertar para a boa saúde mental de quem lida de perto com a vulnerabilidade humana.

Esta publicação pretende ainda fazer uma consolidação estruturada de sugestões, guidelines e abordagens produzidas e, desde há muito, testadas pelo Movimento Internacional da CV/CV; concomitante, tornou-se um documento basilar de apoio psicossocial escrito em língua oficial portuguesa, ao mesmo tempo que permite tornar públicas investigações e trabalhos dos vários autores.

Para conhecer o documento, poderá descarregar o pdf aqui ou ter acesso online através do respectivo link.