Biblioteca

O acervo documental da Biblioteca da Cruz Vermelha Portuguesa é constituído por aproximadamente 16.000 títulos. Compreende monografias e publicações periódicas nacionais e estrangeiras, de diversos domínios do saber com especial incidência em assuntos de cariz humanitário, nomeadamente sobre o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho. Possui, igualmente, legislação militar (Ordens do Exército desde 1865) e legislação nacional desde 1849.

Clique aqui para aceder às base de dados on line desta Biblioteca (a disponiblizar brevemente).

Para consultas, contactar a Responsável pelo Serviço Histórico-Cultural na Sede Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa.


Nota histórica

A Biblioteca da Cruz Vermelha Portuguesa está implantada na Sede Nacional da Instituição, no Palácio da Rocha do Conde d`Óbidos, em Lisboa, um edifício classificado como imóvel de interesse público em 1993. Este espaço foi reconstruído após 1935, segundo a concepção do Secretário-Geral, Afonso d’Ornelas, inspirado no Salão Nobre da Academia das Ciências de Lisboa. Apresenta um tecto apainelado com pinturas ornamentais alegóricas às sete Artes Liberais e um painel central, pintado em 1938 por Gabriel Constante, que reproduz a Paz de Alvalade e no qual figuram a Rainha Santa Isabel, o Rei D. Dinis e seu filho D. Afonso. Um grande lustre de cristal, fabricado pela fábrica da Marinha Grande, está suspenso no centro desta pintura. A decoração do tecto inclui igualmente a divisa “Inter Armas Charitas”, adoptada em 1887 pelo Comité Internacional da Cruz Vermelha. A sua galeria está circundada por uma balaustrada de madeira em estilo do século XVII.