Pesquisa Facebook Twitter Flickr redes youtube

Encontre aqui a Cruz Vermelha mais próxima de si.

Palácio da Rocha do Conde d’Óbidos

O Palácio do Conde d’Óbidos, em Lisboa, é um espaço marcadamente histórico com uma vista deslumbrante sobre o Rio Tejo. Dispõe de vários salões para a realização de casamentos, baptizados, cocktails, exposições, jantares de gala, lançamentos de produtos, seminários, concertos e outros eventos de carácter social, cultural ou empresarial.

Este pode ser o espaço especial que procura.

Encante-se e faça aqui a história do seu evento.

Veja a brochura e a galeria de imagens do nosso Palácio nos destaques à esquerda. Para obter mais informações, marcar uma visita, efectuar uma pré-reserva ou solicitar orçamentos, contacte directamente o nosso Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. .

Localização e acessos

O Palácio situa-se numa das zonas mais antigas de Lisboa, entre os bairros de Santos, Janelas Verdes e da Lapa, num promontório sobre o rio Tejo.

Aqui situa-se a sede nacional da Cruz Vermelha Portuguesa desde 1940.

O imóvel está debruçado sobre a Avenida 24 de Julho, a sul, com o Jardim 9 de Abril e o Museu Nacional de Arte Antiga (Palácio dos Condes de Alvor), a nascente. Para chegar ao Palácio do Conde d'Óbidos poderão ser utilizados os transportes ferroviários da linha de Cascais (paragem na estação de Santos) e rodoviários (paragem na Rua Presidente Arriaga, junto à fachada norte do Palácio).

Espaço e capacidade

Aliando quatro séculos de história e um valioso património arquitectónico e artístico, o Palácio do Conde d'Óbidos oferece uma área nobre que comporta até 270 pessoas sentadas e um terraço com capacidade até 200 pessoas.

A sua área nobre é composta por seis sumptuosos salões - Conselho Supremo, Parábolas, D. João de Castro, Grinaldas, Mitologia e de Jantar -, todos estes revestidos de painéis de azulejos do tipo do século XVIII.

Neste piso existem também uma Biblioteca renascentista e uma pequena Capela. Do património artístico do Palácio, destacam-se as pinturas ornamentais, os lustres magníficos, os tectos apainelados e o diverso mobiliário antigo. O terraço, contíguo aos salões, permite ampliar estes espaços e utilizar um toldo, sempre que necessário. Daqui pode-se desfrutar de uma vista única sobre as docas da Rocha e de Alcântara, na margem direita, e a Ponte 25 de Abril, o Cristo-Rei, Almada e Cacilhas, na margem esquerda do rio Tejo.

O aluguer de todo o espaço é efectuado em exclusividade.

Serviços

A produção dos eventos é da responsabilidade de quem aluga o espaço, no entanto, e caso seja necessário e solicitado, a nosso serviço de Gestão de Eventos poderá apoiar no planeamento geral, contratação de serviços de catering, aluguer de equipamentos e mobiliário, decoração, animação, entre outros serviços.

O estacionamento de veículos está limitado ao número de lugares disponíveis no parque particular do imóvel (cerca de 40 lugares). As alternativas são o parque público situado à frente da entrada principal do Museu Nacional de Arte Antiga ou na rua que ladeia o Jardim 9 de Abril, a poente.

Perguntas frequentes sobre o aluguer

Como posso obter um folheto promocional do Palácio do Conde d'Óbidos?
Poderá ver e descarregar o formato digital da brochura publicitária do nosso Palácio, clicando aqui. Para obter esta brochura em papel, deverá formular o pedido ao nosso serviço de Gestão de Eventos.

O Palácio do Conde d'Óbidos tem serviço de catering próprio?
Não. Em geral, o serviço de catering é da responsabilidade do cliente. No entanto, opcionalmente poderá alugar os espaços com catering incluído, bastando solicitá-lo ao nosso serviço de Gestão de Eventos.

O que devo fazer para visitar os salões do Palácio do Conde d'Óbidos?
Poderá fazê-lo agendando uma visita com o nosso serviço de Gestão de Eventos.

Posso realizar o meu casamento na Capela do Palácio?
Não está autorizada a realização de casamentos na Capela. No entanto, na Biblioteca é possível realizar casamentos civis. Se pretender realizar um casamento católico poderá fazê-lo numa das três igrejas situadas nos arredores do Palácio do Conde d'Óbidos:

  • Igreja de São Francisco de Paula
  • Capela das Necessidades
  • Igreja de Santos-o-Velho

Quando alugo um salão tenho de partilhar o Palácio com outras pessoas?
Não. O aluguer dos salões do Palácio é realizado em exclusividade, mesmo que necessite apenas de uma das salas.

O espaço tem condições de acessibilidade para deficientes motores?
Sim. Os salões situam-se num piso térreo, existindo um pequeno degrau com rampa de acesso. Existe também uma casa de banho para deficientes.

Visitas guiadas

Foi D. Vasco de Mascarenhas, quem, no século XVII, teve a visão de construir um palácio no alto de um rochedo (depois chamado “Rocha do Conde d’ Óbidos”), cujas escarpas desciam vertiginosamente em direcção ao Tejo. Mais tarde, este nobre português Vice-Rei do Brasil e herói das Guerras da Restauração da Independência tornou-se o 1º Conde d’Óbidos. Os seus sucessores mantiveram a posse do seu palácio até ao século XX. O Palácio foi, finalmente, adquirido em 1919 pela Cruz Vermelha Portuguesa. Reconhecido em 1993 como imóvel de interesse público, este Palácio tem um enorme valor histórico e artístico.

Para os historiadores, investigadores e outros curiosos, a Cruz Vermelha Portuguesa permite a realização de visitas guiadas a este espaço nobre. Estas são orientadas pelo Professor Augusto Moutinho Borges, especialista de azulejaria e historiador. Realizam-se na segunda 4ª feira de cada mês, com início às 15h00 e a duração aproximada de 1 hora.

O preço da visita é de 10€ por pessoa.

As visitas são realizadas após marcação, com um número mínimo de 15 pessoas.

Para obter mais informações e para marcação de visitas, contacte directamente o nosso Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..
Para adquirir o Livro "Palácio do Conde d’Óbidos – Sede Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa", clique aqui