PayPalMB WAYnr fiscal cvp 55d50 Subscrever Newsletter Doar

Pesquisa Facebook Instagram Twitter Flickr redes youtube

Encontre aqui a Cruz Vermelha mais próxima de si.

quarta-feira, 25 março 2020 13:33

Croácia: Cruz Vermelha abriga centenas de desalojados após sismo de magnitude 5.4

Mais 100 voluntários da Cruz Vermelha Croata estão a prestar ajuda urgente e abrigo para as pessoas nas ruas de Zagreg, depois de um poderoso sismo de magnitude 5.4 ter atingido a capital Croata no dia 22 Março.

Este terramoto foi o mais forte em 100 anos. Muito edifícios são severamente atingidos e pelo menos um, na Rua Adzijina, colapsou totalmente deixando várias pessoas encurraladas. Também ocorreram várias falhas de energia em algumas partes da cidade.

Imediatamente após o sismo, as equipas da Cruz Vermelha Croata distribuíram água e cobertores para os pacientes e recém-nascidos que foram deslocados de uma maternidade central da cidade.

Os voluntários da Cruz Vermelha montaram 6 tendas ao pé de hospitais de Zagreb e uma tenda comunitária na Praça da República Francesa que pode acomodar até 500 pessoas. As tendas também abrigam quem não deseja regressar a casam, já que continuam a existir réplicas. As pessoas estão a receber comida, água, chá e cobertores. A sede da Cruz Vermelha Croata sofreu pequenos danos.

O Presidente Executivo da Cruz Vermelha Croata, Robert Markt, disse que foram tomadas todas as medidas na tenda comunitária para ajudar a prevenir a propagação da COVID-19.

“A situação é muito desafiante porque estamos a lidar ao mesmo tempo com um sismo e o surto COVID-19”, diz Markt. “Estamos conscientes que as pessoas estão assustadas e é por isso que as equipas da Cruz Vermelha estão a patrulhar as ruas da cidade para ajudar o maior número possível de pessoas e prestar apoio psicossocial.”

“Claro que precisamos também de lembrar aos cidadão a importância de se protegerem contra a propagação da COVID-19. Por enquanto temos a situação sob controlo”.

Mais 100 voluntários da Cruz Vermelha estão a visitar idosos e aqueles que estão em auto-isolamento pela COVID-19, num total de 200 voluntários. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), na Croácia há 361 casos de COVID-19, com uma morte registada. Robert Markt diz que a Cruz Vermelha está pronta para mais ação quando as Autoridades de Proteção Civl determinarem a sua necessidade.