PayPalMB WAYnr fiscal cvp 55d50 Subscrever Newsletter Doar

Pesquisa Facebook Instagram Twitter Flickr redes youtube

Encontre aqui a Cruz Vermelha mais próxima de si.

sexta-feira, 03 setembro 2021 15:22

No Verão qual é a melhor Proteção?

À Conversa com Válter Santos, Médico Especialista Medicina Geral e Familiar

 WhatsApp Image 2020 01 12 at 12.08.49

 

 

Com os meses de verão em curso e as temperaturas mais elevadas durante mais tempo, a proteção solar e os cuidados com o calor são essências para promover um estilo de vida consciente e saudável.

A aplicação do protetor solar deve ser contínua durante todo o ano, considerada, portanto, um hábito ou rotina diária.

Em especial, no verão deverá ser aplicada 30 minutos antes de iniciar a exposição solar e renovada a cada 2horas.

Os dias mais frios de verão, com céu nublado ou com nevoeiro também podem ser provocadas queimaduras solares. Deste modo, a proteção solar deve ser garantida, mesmo nestes dias e principalmente nos mais novos. Em caso de permanência em ambientes molhados como piscina ou mar devem ser reaplicados sempre os cremes de proteção solar sempre que necessário.

Em casos de pele muito clara ou de fácil irritação devemos manter a proteção solar com níveis mais elevados de Fator de Proteção Solar (FPS), sendo o mínimo desejável, 30.

Os cuidados pessoais não se limitam à proteção solar, uma vez que, a utilização de vestuário de cor clara, de fibras naturais (como o algodão) são essenciais para se estar protegido.

Os óculos escuros devem ser utilizados sempre que possível para proteger a visão, mas também evitam danos na pele na proximidade dos olhos que é mais frágil.

As orelhas não devem ser esquecidas e é muito importante evitar queimaduras pois são locais de difícil vigilância.

O cabelo deve ser lavado após a permanência na praia ou piscina pois poderá danificar-se por ação do cloro e sal. Os protetores capilares também devem ser aplicados em áreas de maior risco capilar.

Durante a época de maior calor devemos promover o banho tipo duche, diário evitando os banhos de imersão a altas temperaturas. Após o banho devem ser aplicados hidratantes de rosto e corporais para manter a pele saudável.

A evicção da exposição solar durante as horas de maior calor (das 11h às 16h) e sol deve ser uma regra transversal a todas as idades, sendo de maior importância para os mais novos e para os mais velhos. Os idosos, habitualmente, apresentam múltiplas patologias e tomam vários fármacos, o que os predispõe a maior risco de lipotimia (desmaio) ou desidratação. Mesmo à sombra devem ser reforçadas a proteção solar e a hidratação oral com água ou sumos naturais de fruta.

As horas mais perigosas devem ser evitadas para a realização de viagens de automóvel. Em caso de absoluta necessidade de viagem no período entre as 11h e as 16h devem ser reforçadas a hidratação dos passageiros e realizadas paragens para alimentação de peças de fruta ou lanches saudáveis.

Assim, com pequenas ações podemos proteger-nos a nós e promover a proteção de todos, principalmente dos mais pequenos e mais idosos!!

Partilhar